Edifícios Inteligentes

Para garantir o bem-estar e a produtividade dos seus colaboradores, as empresas estão cada vez mais atentas ao layout dos espaços de trabalho e a desenvolver padrões mais elevados de serviço. É uma tendência que deve ser conciliada com o objetivo de reduzir os custos operacionais e respeitar critérios ambientais cada vez mais rigorosos.

Bem-estar e produtividade

As escolhas feitas pelos gestores dos edifícios de escritórios têm um impacto direto no desempenho de quem lá trabalha. A qualidade do ar interno, o conforto térmico, a acústica, a fiabilidade elétrica, a iluminação e a humidade afetam o bem-estar e a produtividade individual dos colaboradores.

Escritórios inteligentes otimizam custos

As empresas, sejam arrendatárias ou proprietárias dos edifícios, encaram também a questão dos edifícios inteligentes como uma forma de reduzir consumos. Nesse sentido, procuram otimizar os custos de operação e manutenção da energia e gestão de resíduos. Essas melhorias contribuem também para a valorização do imóvel a longo prazo.

Desempenho energético, desempenho ambiental

Os edifícios de escritórios consomem muita energia e contribuem significativamente para as emissões de gases com efeito estufa. O ambiente tornou-se, portanto, um grande desafio tanto para os responsáveis pela gestão dos edifícios e para os próprios proprietários. Nos Estados Unidos, por exemplo, o valor comercial de um edifício de escritórios com certificação ecológica (LEED) é aproximadamente 8% mais elevado do que o de um edifício convencional (US Appraisal Institute).

Para ajudar o Parlamento Europeu a atingir o objetivo de reduzir as suas emissões de carbono em 30% até 2020, a Veolia criou um sistema único para otimizar o desempenho energético de 20 edifícios em três locais - Bruxelas, Luxemburgo e Estrasburgo - num total de 1 milhão de metros quadrados. Para tal, o Grupo desenvolveu um centro Hubgrade, de controlo remoto, e realizou campanhas de sensibilização junto dos 6.000 funcionários, vários milhares de assistentes parlamentares e mais de 730 deputados do Parlamento Europeu.

As soluções de eficiência energética e de valorização de resíduos propostas pela Veolia para edifícios de escritórios tornam possível uma otimização dos custos e contribuem para melhorar a valorização dos ativos.