Barómetro para a transformação ecológica

O primeiro barómetro para a Transformação Ecológica

Veolia e Elabe apresentam o primeiro estudo de opinião mundial sobre a transformação ecológica.

Relatórios do IPCC, planos de investimento, estratégias climáticas, o Novo Pacto Ecológico Europeu, a COP: o debate ecológico está agora em pleno andamento, a opinião pública está consciente da crise climática em curso e a realidade das alterações climáticas já não é motivo de debate.

89%

da população mundial considera que as alterações climáticas são uma realidade

O BARÓMETRO PARA A TRANSFORMAÇÃO ECOLÓGICA

O estudo de opinião foi conduzido em 25 países(1) nos 5 continentes, com uma amostra abrangente, cobrindo mais de metade da população do mundo. Os países foram selecionados pela sua demografia e relevância: países na linha da frente dos impactos das alterações climáticas, e também países pioneiros em políticas ecológicas.

O âmbito deste Barómetro permite-nos avaliar o nível global e local de aceitabilidade das soluções ecológicas existentes e descobrir os obstáculos e os incentivos que acompanham a implementação destas soluções. Um estudo informativo que nos ajudará a fazer avançar o debate e a compreender melhor como alcançar a transformação ecológica.

PRINCIPAIS RESULTADOS GLOBAIS

67%

da população mundial considera que os custos das consequências das alterações climáticas e poluição serão maiores que os investimentos necessários para a transformação ecológica.

O custo da inação será maior que da ação

60%

da população mundial tem dificuldade em imaginar como poderia ser a vida quotidiana se alcançássemos a transformação ecológica: 24% não fazem ideia, 36% têm alguma ideia mas acham-na muito pouco clara. Uma das causas? 56% pensam que há pouca ou nenhuma discussão sobre as soluções a serem postas em prática.

A falta de um projeto de futuro coletivo

60%está convencida de que temos o futuro nas nossas mãos. Esta grande maioria acredita na ação coletiva para reduzir e inovar: 55% considera que precisamos de mudar a nossa forma de viver (viver de forma mais frugral) E pôr em prática as tecnologias para reduzir e compensar as consequências da poluição e das alterações climáticas.

O fim de um mundo, mas não o fim do mundo

 

Tem interesse nos resultados do barómetro para a Transformação Ecológica?

 

 

(1) Europa: França / Reino Unido / Espanha / Polónia / República Checa / Holanda / Bélgica / Finlândia / Alemanha / Itália
Ásia: China / Indonésia / Índia / Japão
Américas: EUA / Brasil / Chile / Colômbia / México
África: Marrocos / Costa do Marfim / Nigéria
Médio Oriente: Emirados Árabes Unidos / Arábia Saudita
Oceânia: Austrália